136

1977.2

Gilberto Gil 7o. LP - Refavela

Sá e Guarabyra 3o. LP - Pirão de peixe com pimenta

Caetano Veloso 9o. LP - Bicho

 

Em 19 de Março de 1977, 

Gilberto Gil entra nos estúdios da Phonogram (Phillips) carioca e inicia a gravação de Refavela, seu 7o. LP de estúdio (sem contar os de suas parcerias com outros artistas).

O disco foi elaborado com influências que Gil trouxe de sua participação no 2º FESTAC - Festival Mundial de Arte e Cultura Negra - que acontecera por cerca de um mês a partir do final de janeiro de 1977 em Lagos, na Nigéria; assim como do então iniciante Movimento Black Rio, que trazia para o Brasil, principalmente para o Rio de Janeiro, os ritmos e costumes do funk americano.

O álbum seria o 2o. de uma trilogia de "Res" iniciada em 1975, com Refazenda, e que culminaria com Realce, que seria lançado em 1979.

Em sua coluna do jornal O Globo de 24 de abril de 1977, Nelson Motta fala sobre as gravações em andamento do disco (veja post abaixo), mencionando que uma versão de No woman, no cry, de Bob Marley, estaria no set list do novo álbum. Porém, tal versão, que se transformaria em um dos maiores clássicos de Gil, na realidade só seria lançada dois anos depois, no LP Realce, que completaria a trilogia iniciada em Refazenda.

Lançado em 02 de julho de 1977, o disco seria um enorme sucesso, aproximando Gil de camadas populares até então não atingidas.

                                                                 
                                                               
                                                               
                                                               
                                                               
                                                               
                                                               
                                                               
                                                               
                                                               
                                                               
                                                 Ouça o LP completo no link ao lado: Refavela

____________________________________________________________________

Em 26 de Março de 1977,

Sá e Guarabyra entram no paulistano Estúdio Vice Versa (pertencente a eles mesmos), e iniciam as gravações de seu 3o. LP, Pirão de Peixe com Pimenta.

O álbum (lançado em 02/09/1977), um enorme sucesso que tornou a dupla conhecida nacionalmente, tráz alguns dos maiores clássicos, deles e da história da música popular brasileira, como Sobradinho, Marimbondo, João sem terra, Cinamomo, Coração de maçã, e o maior hit de todos: Espanhola (posteriormente regravado, ainda com maior sucesso, pelo 14 Bis).

                                                                
                                                                 
                                                                 
                                                                  
                                    
                                                                  
                                    
                                                                  
                                    
                                                                  
                                    
Ouça as músicas clicando nos links ao lado: 1a - Sobradinho / 2a - Marimbondo / 3a - Trem de Pirapora / 4a - João Sem Terra / 5a - Pirão de peixe com  pimenta / 1b - Coração de maçã /
2b - Cinamomo / 3b - Espanhola / 4b - Canção dos piratas / 5b - Água corrente

____________________________________________________________________

Em 28 de Março de 1977, 

Caetano Veloso, que voltara no mês anterior da Nigéria, onde passara um mês ao lado de Gilberto Gil, participando de um importante festival local,  entra nos estúdios da Phonogram (Phillips) carioca e inicia as gravações de seu 9o. LP, Bicho.

A vasta criatividade intelectual estava tão aflorada naqueles momentos, que seria impossível não produzir um disco que não fosse simplesmente sensacional.

E é exatamente o que ocorre, pois o álbum apresenta alguns dos maiores clássicos de Caetano e da história da música popular brasileira, como Odara, Gente, Um Índio, Tigresa, Leãozinho e Alguém cantando.

Ao ser lançado em 01/06/1977, o disco alcança enorme sucesso, projetando ainda mais Caetano nas camadas populares e intectuais de todo o Brasil.

                                                                
                                                              
                                                             
                                                              
                                                             
                                                              
                                                             
                                                              
 Ouça as músicas clicando nos links ao lado: 1a - Odara / 2a - Two Naira Fifty Kobo / 3a - Gente /   
4a -
Olha o menino / 5a - Um índio / 1b - A grande borboleta / 2b - Tigresa / 3b - O leãozinho /
4b -
Alguém cantando                             

136