05

1900-1901

A 1a. Gravadora Brasileira

1900:

A CASA EDISON é fundada pelo empresário boêmio  Frederico Figner, na rua do Ouvidor, 135, Rio de Janeiro dedicando-se a vender aparelhos sonoros (máquinas falantes), cilindros, e, após 1903, discos

                                 
                 
                        

1901

Frederico Figner se associa ao conglomerado alemão  Carl Lindström.  

Zonophone,  gravadora subsidiária deste grupo, envia, então, no final do ano, dois técnicos de som para montar  o 1º. estúdio de gravação brasileiro, instalado nos fundos da loja (a Casa Edison). 

Ali, Figner e os engenheiros gravam o 1º. lote de canções brasileiras executadas por cantores como Bahiano, Cadete, Mário Pinheiro e Nozinho,  pagando-lhes mil réis por cilindro gravado com uma música.

A primeira contratação da gravadora, o cantor Bahiano, que grava o 1o. disco da história do Brasil, pela Casa Edison, permanece por quase dois anos a lista das primeiras gravações de maior vendagem.

No entanto, durante todo o ano de 1901, o maior sucesso é a 1ª. música de carnaval da história: 

Ô, Abre Alas, cantada por Chiquinha Gonzaga,  gravada (por ela) no ano seguinte, no 2º. disco gravado na história do Brasil

                                  
                   
            
           
                                                                            
                                                                                                 

05