116

1975.9

Belchior 2o. LP - Alucinação

Raul Seixas 4o. LP solo - Há 10 Mil Anos Atrás

A Barca do Sol 2o. LP - Durante o verão

 

Em 02 de Setembro de 1975, 

Belchior entra nos estúdios de 16 canais da Phillips carioca para iniciar as gravações de seu 2o. LPAlucinação.

O disco consagraria Belchior nacionalmente trazendo alguns dos maiores clássicos seus e da história da música brasileira, como Apenas um rapaz latino-americano, Velha roupa colorida, Como nossos pais A palo seco (já gravada em seu 1o. LP, de 1974).

O álbum, por problemas da gravadora, somente seria lançado em junho de 1976.

      Ouça o LP completo no link abaixo                              Alucinação

____________________________________________________________________

Em 10 de Setembro de 1975,

Raul Seixas inicia a seleção de faixas para a gravação de seu 4o. LP soloHá 10 Mil Anos Atrás, que seria gravado a partir de outubro nos estúdios de 16 canais da Phillips carioca e lançado por esta apenas no final de novembro de 1976.

O título inicialmente escolhido para o álbum seria Caminhos.

O disco, último da parceria de Raul com Paulo Coelho, diferentemente do anterior, Novo Aeon, que apesar de músicas antológicas fracassou nas vendagens, traria Raul de volta às paradas de sucesso em todo o Brasil, com grandes clássicos como Eu também vou reclamar (satirizando Belchior, Silvio Brito e canções ditas de protesto), Meu amigo Pedro, O Homem, Canto para minha morte e, claro, a faixa título.

                                              Ouça o LP completo no link ao lado:  Há 10 Mil Anos Atrás

____________________________________________________________________

Em 12 de Setembro de 1975, 

A Barca do Sol entra nos estúdios cariocas da gravadora Continental e inicia as gravações de seu 2o. LP., Durante o Verão.

Ritchie Court (que em 1983 faria um mega sucesso com sua Menina Veneno), o britânico que tocava flauta com o grupo desde 1974, sai d'A Barca um pouco antes do início das gravações, transferindo-se para o Vímana, onde tocaria com Lulu Santos, Lobão, Luis Paulo Simas e Fernando Gama.

Seguindo a tendência de mesclar música brasileira com folk e rock progressivo, o disco, embora  com pequena vendagem (como o anterior e os discos de rock brasileiros da época, em geral) e com críticas em geral negativas, trás canções fantásticas, que fariam a moçada viajar, como se dizia na época.

Por questões internas da gravadora o LP somente seria lançado em Junho de 1976.

 

                  Ouça o LP completo no link ao lado:       Durante o verão

116