114

1975.7

Gilberto Gil 7o. LP - Refazenda

Grupo Capote 3o. LP - O Forró vai ser Doutor

Hits Brasil Steve Maclean - True love

Agepê compacto - Moro onde não mora ninguém / Moça criança

Alceu Valença 3o. LP - Vivo

Em 15 de Julho de 1975, 

GILBERTO GIL inicia nos estúdios da Phonogram (Phillips) carioca as gravações de seu 7o. LP de estúdioRefazendacom alguns dos maiores clássicos, seus e da história da música brasileira, como a própria faixa-título, além de Tenho sede, Jeca total e Lamento sertanejo

O disco, um dos maiores clássicos da história da música brasileira, é tão impactante, tão icônico, que a edição brasileira da revista Rolling Stone indica-o como edição brasileira da revista Rolling Stone indica-o como o número 43 entre os 100 Discos Brasileiros Mais Importantes de Todos os Tempos.

                                       
                                    
         
                                     
                                              Ouça o LP completo no link ao lado  Refazenda

____________________________________________________________________

Em 20 de Julho de 1975, 

Odair Cabeça de Poeta & Grupo Capote, um dos precursores e grandes ícones na mistura do forró com o rock, a que intitulavam Forrock, inicia as gravações de seu 3o. LPO Forró vai ser Doutor

Embora seja um dos mais interessantes e inovadores trabalhos da história da música brasileira, o álbum, infelizmente, não teve boa divulgação na mídia, fazendo-o passar praticamente despercebido do público.

Oswaldinho do Acordeon a partir este disco passa a fazer parte do grupo.   

                                                     
            

 

                               
1-O forró vai ser doutor / 2-A dor é curta /      3-O sertão de Nova York / 4-Os pingos /      5-Seu Nepomucemo / 6-Solada / 7-Luar /     8-Você inventa / 9-Filomena e Fedegôso /  10-Loucura / 11-Estrada /     12-Placar 

____________________________________________________________________

Em 23 de Julho de 1975, 

Steve MacLean (Hélio Costa Manso), cantor, produtor 
e compositor carioca, um dos mais importantes 
integrantes do                    “Brazilian Singers”, 
grupo de vários artistas brasileiros que desde 1971 passam a 
cantar em inglês a pedido de suas gravadoras para lançar principalmente nas trilhas sonoras das novelas. 
Steve tem incluída na novela 
“O Grito” da Rede Globo, seu 1º. grande sucesso,                                                  “True love”, 
uma balada tocada até hoje nas rádios em todo o país.

Steve MacLean (Hélio Eduardo Costa Manso) é um cantor, produtor e compositor paulistano, ex-integrante do Sunday, um dos principais grupos que cantavam (e gravavam) em inglês nos bailes dos clubes paulistanos. Posteriormente ele viria a ser um dos principais produtores das gravadoras RGE e Som Livre.

 Steve é também um dos mais importantes integrantes do  Hits Brasil, grupo de vários artistas brasileiros que desde 1971 passam a cantar em inglês a pedido de suas gravadoras, que estavam com dificuldades para comprar músicas internacionais para lançamento principalmente nas trilhas sonoras das novelas.

As músicas internacionais, quase 80% do que se ouvia nas emissoras de radio, eram muito caras , então as gravadoras encomendavam músicas compostas em inglês e contratavam músicos desconhecidos para gravá-las, fazendo que estes adotassem pseudônimos americanos e ingleses.           

Nesse dia Steve grava True love, seu 1o. grande sucesso, balada romântica que, depois de incluída na trilha sonora da novela O Grito (de 27-10-1975 a 30-04-1976), da Rede Globo, se tornaria uma das músicas mais tocadas nas rádios brasileiras durante toda a década de 70, sendo ainda hoje muito executada nas seleções de flash-backs.

                               
                  Ouça no link abaixo                                           True love

                                
     Ouça o LP completo no link abaixo                            O Grito                          

____________________________________________________________________

Em 30 de Julho de 1975, 

Agepê, cantor e compositor carioca, entra nos estúdios da gravadora Continental para gravar um compacto que trás  Moro onde não mora ninguém e Moça criança os dois primeiros sucessos de sua carreira, músicas que dominariam as paradas de sucesso do ano seguinte (1976) das rádios e TVs de todo o país. Moro onde não mora ninguém terminaria 1975 em 3o. lugar das paradas.

                             
                      Ouça nos links abaixo                                  Moro onde não mora ninguém                                        Moça criança

____________________________________________________________________

Em 05 de Agosto de 1975, 

Alceu Valença apresentava, no Teatro Tereza Rachel, no Rio de Janeiro, o show Vou danado prá Catende, música sua aclamada em fevereiro, como Prêmio Especial do Júri pelo trabalho de pesquisa, no Festival Abertura, da Rede Globo de Televisão.

Por falta de divulgação adequada a primeira semana do show foi um fracasso total, com duas apresentações suspensas por falta de público.

Alceu não se fez de rogado: em uma imaginativa jogada de marketing, foi à frente do teatro acompanhado por seu grupo (que incluía Zé Ramalho) e, vestido de homem-sanduíche e de megafone de papelão na mão, foi chamando o público que passava na calçada para a apresentação.

Como resultado, a casa lotou e daí em diante, muito por conta do boca-a-boca do público que adorava o espetáculo, o show acabou tornando-se um enorme sucesso, o que chamaria a atenção de Guto Graça Mello, diretor artístico da Som Livre, gravadora da Rede Globo, que decidiu investir na gravação em disco do show.

O LP, gravado ao vivo nesse dia, teve uma tiragem inicial de apenas 1.000 cópias, quando de seu lançamento nesse mês. 

Seria somente em 15 de marçp de 1976, quando foi relançado, com o  nome Vivo, com grande esquema de divulgação pela Rede Globo, que o disco, seu 3o. LP,  acabaria por emplacar nas paradas, tornando Alceu conhecido em todo o país.

Estranhamente, Vou danado prá Catende, título (e música de maior sucesso) do show, não seria incluída no LP.


                                                     Ouça o LP completo no link ao lado:   Vivo

114