111

1975.4

Luiz Américo - Filho da Véia

Genival Lacerda - Severina Xique Xique

 Silvio Brito - Espelho mágico

Hits Brasil Mark Davis (Fábio Jr.) 1o. (e único) LP

 

Em 15 de Março de 1975, 

Luiz Américo, cantor e compositor de Santos, litoral de São Paulo, vindo de dois enormes sucessos, Desafio (cuca cheia de cachaça) em 1973, e Camisa 10 em 1974,  grava nesse dia um compacto com outro grande sucesso, Filho da véia.

O disco ficaria em 52o. lugar das paradas em todo o Brasil, com maciça execuçã0 nas rádios e TVs de todo o Brasil.

                              
                 Ouça no link abaixo                                            Filho da véia

____________________________________________________________________

Em 13 de Março de 1975, 

Genival Lacerda, cantor e compositor paraibano (Campina Grande), cunhado de Jackson do Pandeiro, desde 1955 construíra sua carreira  com forrós com letras bem-humoradas e de duplo sentido, mas de êxito apenas regional.

Nesse dia ele entra nos estúdios da Musidisc carioca e grava um compacto que trás seu 1o. sucesso nacional, Severina Xique Xique.

Ao ser lançada poucos dias depois pela gravadora Copacabana, a música rapidamente transforma-se em um dos maiores sucessos das rádios e TVs de todo o Brasil, atingindo o 15o. lugar das paradas, fazendo com que o compacto vendesse mais de 800 mil cópias.

                           
                                    Ouça no link abaixo                                      Severina Xique Xique

____________________________________________________________________

Em 14 de Março de 1975, 

Silvio Brito entra nos estúdios da gravadora Chantecler em São Paulo e grava um compacto duplo que, entre suas quatro músicas, trás três mega sucessos: Espelho mágico, um dos maiores clássicos da carreira de Silvio e da música brasileira dos anos 70, Casinha, um dos ícones da música sertaneja de raíz, tema da novela Ovelha Negra, da TV Tupi, e Tô vendendo grilo, que seria a música-título de seu 1o. LP, gravado pouco depois. De menor sucesso, Quando o amanhã chegar, completa o compacto.

Vindo do grande estouro de Tá todo mundo louco, no ano anterior, e juntando com todos esses novos sucessos em nível nacional, o cantor, pouco depois, acaba recebendo um convite da TV Tupi para apresentar um novo programa musical, voltado ao público jovem, nos moldes do antigo Jovem Guarda (1965-1968) da TV Record.

Para dividir a apresentação do programa, chamado Hallellujah (ou Aleluia), a TV Tupi colocou ao lado de Silvio um outro cantor, Mark Davis, que poucos meses antes estourara nas paradas (43o. lugar) cantando a balada romântica Don't let me cry, disco gravado em 1973 e lançado em 1974, mega sucesso em todo o Brasil. 

Mar k Davis era o pseudônimo usado por ninguém menos que Fábio Jr ., que na época só cantava em inglês. Na verdade, é a partir de Hallellujah que ele adotaria definitivamente este pseudônimo em português (pois seu nome verdadeiro  é Fabio  Corrêa Ayrosa Galvão); antes porém, ele ainda gravaria um LP como Mark Davis, lançado pouco depois.

Hallelujah, apresentado aos domingos a partir das 19 hrs (logo antes de Os Trapalhões), duraria 9 meses, de agosto de 1975 a maio de 1976.

                                 
                                    Ouça no link abaixo                                            Espelho mágico
                          
                                   
                                                                                        
                       
                           
                     Ouça no link abaixo                                           Don't let me cry

____________________________________________________________________

Em 18 de Março de 1975, 

Mark Davis, (Fabio Jr.) – Fabio Corrêa Ayrosa Galvão), cantor paulistano (do Brooklyn), nascido na manhã de 21/11/1953, de pai taxista e mãe professora de piano, que se tornaria um dos mais importantes integrantes do  Hits Brasil segmento em que a partir de 1971, muitos cantores e grupos brasileiros passariam a gravar em inglês, com pseudônimos, a pedido de suas gravadoras, para lançamento principalmente nas trilhas sonoras das novelas. 

Na época as músicas internacionais faziam muito mais sucesso que as brasileiras nas rádios e Tvs do país, e as gravadoras tinham dificuldades em comprá-las.

fantasia em torno desses artistas era tão bem montada que, para evitar que fossem reconhecidos (até porque quase nenhum deles falava inglês),  os discos vinham com fotos falsas ou desfocadas, (veja exemplo), e eles pouco faziam shows ou se apresentavam em televisão.

Mark-Fabio na época fazia backing-vocal no grupo Uncle Jack, que acompanhava  Pete Dunaway, (Otávio Augusto Fernandes Cardoso), músico paulista, cantor, compositor e produtor da gravadora Som Livre.

Em 1974 Mark-Fábio emplacara um enorme sucesso com Don't  let me cryuma balada romântica lançada em compacto.

É por conta desse mega-hit (43o. lugar das paradas) que o cantor, mesmo já desejando cantar em português (usando o nome Fábio Jr.), por força de seu contrato com a gravadora MGM, inicia nesse dia as gravações de seu 1o. (e único) LP em inglês, como Mark Davis.

Como a gravadora queria manter em segredo sua verdadeira identidade, evitava que ele aparecesse em público, por isso nem sequer sua foto aparece na capa do disco, que trazia dois outros sucessos: Rain and memories e I want to be free again.

Logo após a gravação e lançamento desse LP, aproveitando o grande sucesso, consegue autorização da gravadora para, a partir de agosto, passar a usar o nome Fábio Jr., quando começa a apresentar na Rede Tupi de Televisão o programa Hallellujah (ou Aleluia), em parceria com Silvio Brito.

Hallelujah, apresentado aos domingos a partir das 19 hrs (logo antes de Os Trapalhões), duraria 9 meses, de agosto de 1975 a maio de 1976.

                     
                                                        Ouça o LP completo no link abaixo                                                                                                      Mark Davis
                          
                                   

111